COVID-19

SUS terá em breve pílula para casos leves e moderados

Paxlovid se mostrou capaz de reduzir em até 89% o risco de hospitalização e morte nos grupos de risco

O Paxlovid, medicamento do laboratório americano Pfizer para tratamento de casos leves a moderados da Covid-19, deve ser utilizado em até seis meses pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o Ministério da Saúde, a pílula será indicada para adultos imunocomprometidos ou idosos com mais de 65 anos para evitar o avanço da doença.

A recomendação foi dada pela Comissão Nacional de Incorporação de Tecnologias no Sistema Único de Saúde (Conitec) na última quinta-feira (5). O objetivo da indicação é prevenir internações, complicações e óbitos pela doença, pois o medicamento tem potencial para reduzir a evolução dos quadros graves.

O Ministério da Saúde terá um prazo de 180 dias após a publicação para ofertar a medicação na rede pública.

O Paxlovid é capaz de reduzir os riscos de internação e morte em 89% e recebeu autorização de uso emergencial da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no dia 30 de março e, por orientação da agência, não deve ser usado por mais de cinco dias e não é indicado para pacientes com insuficiência renal grave ou falha renal.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com