Feira de Santana

Sindicato apura denúncias de assédio moral e demissões irregulares no Hospital Estadual da Criança

O Sindicato dos Enfermeiros da Bahia está apurando denúncias referentes às condições de trabalho dos profissionais de enfermagem no Hospital Estadual da Criança (HEC). A presidente do sindicato, a enfermeira Lúcia Duque, informou ao Acorda Cidade que chegaram à entidade desde o ano passado denúncias e reclamações relacionadas a assédio moral e demissões injustificadas de enfermeiros. Ela considera tal realidade gravíssima e com reflexo nas atividades do hospital.

Foto: Paulo José/Acorda Cidade

“Estive no HEC ontem exatamente para conversar com a gestão, mas infelizmente eles não estavam no momento. Aí já agendei uma reunião com um advogado, que hoje está representando o HEC. Quero ressaltar que essa situação não está acontecendo agora. Vem acontecendo desde o ano passado. Eles vêm demitindo os profissionais com experiência e contratando pessoas mais novas e sem a devida prática, e isso vem causando com certeza uma mortalidade maior ao HEC. Vamos encaminhar uma denúncia ao MPE sobre isso. Há informações de diretores e médicos de vários setores maltratando os enfermeiros. Recebemos essa denúncia de assédio moral e vamos apurar todos os fatos”, relatou.

O Acorda Cidade frequentemente recebe denúncias e reclamações sobre o HEC, tanto referente à situação de assédio moral quanto, principalmente, sobre atrasos de salários dos trabalhadores. A maioria dessas denúncias é anônima e as pessoas relatam medo de sofrer retaliação. Uma delas, via e-mail, relata, além de assédio moral, falta de material de trabalho, sobrecarga e desrespeito ao horário de descanso.

O HEC emitiu uma nota respondendo ao Sindicato dos Enfermeiros da Bahia e destacou a postura respeitosa da unidade hospitalar junto aos seus colaboradores. Leia a nota na íntegra:

Nota de Esclarecimento

A respeito dos desligamentos de colaboradores do Hospital Estadual da Criança, a Liga Álvaro Bahia Contra a Mortalidade Infantil esclarece:

A Liga Álvaro Bahia em seu vínculo empregatício com os colaboradores sempre tratou com respeito todos os profissionais.

Reiteramos nosso comprometimento em manter este relacionamento transparente e respeitoso com nossos profissionais de saúde, garantindo um atendimento humanizado e qualificado às crianças baianas.

Atenciosamente,

Direção do Hospital Estadual da Criança.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com