Polícia

Operação Errantes, da Polícia Federal, combate fraude no BPC

Estão sendo cumpridos nesta quarta-feira (16) 24 mandados de prisão; esquema teria desviado R$ 60 milhões

A Polícia Federal cumpre nesta quarta-feira (16) 24 mandados de prisão preventiva e 32 de busca e apreensão em cidades da Bahia e Pernambuco. A Operação Errantes apura um esquema para obtenção indevida de auxílio federal pelo Benefício de Prestação Continuada (BPC).

Com sede nas cidades de Filadelfia, no norte baiano, e Petrolina e Tabira (ambas em Pernambuco), a fraude era feita a partir de identidades em nome de pessoas fictícias para a obtenção indevida do BPC. Uma idosa é investigada sob acusação de ter usado 31 documentos falsos para obter o benefício ilegalmente.

O BPC, no valor de um salário mínimo, é pago pelo INSS a pessoas com mais de 65 anos ou portadoras de deficiência. Em toda a investigação foram apontados 420 benefícios supostamente fraudados e com pagamentos já sacados.

De acordo com a PF, a quadrilha usava diversos artifícios para lavar o dinheiro. Entre eles agiotagem, contas bancárias e bens comprados em nome de laranjas e transações com bens móveis e imóveis.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com