sábado, agosto 13, 2022
No menu items!
spot_img
InícioBahiaAmélia RodriguesMãe que torturou bebê em Amélia Rodrigues perde a guarda da criança

Mãe que torturou bebê em Amélia Rodrigues perde a guarda da criança

O Ministério Público de Amélia Rodrigues decidiu retirar da mãe a guarda do bebê de um ano e cinco meses que foi torturado com tapas em seu rosto, empurrões contra o chão, como forma de aplicar-lhe castigo, causando-lhe uma série de lesões corporais, além de introduzir um sabonete na boca da criança a fim de que a mesma parasse de chorar.

Encerrada a investigação da Polícia Civil na última semana, o Ministério Público instaurou uma ação processual penal de insanidade mental de Rose Vane Teixeira Bispo, para aferir se ela sofre transtorno psiquiátrico, e por fim, uma ação cível de suspensão do poder familiar para que a criança fique sob os exclusivos cuidados do pai.
Relembre o caso

Ao prestar atendimento a um bebê de um ano e cinco meses em 19 de fevereiro deste ano, a equipe médica do Hospital Municipal Pedro Américo, em Amélia Rodrigues suspeitou da versão contada pela mãe da criança. Rose Vane Teixeira Bispo foi levada a unidade policial da cidade para prestar esclarecimentos sobre o caso.

Inicialmente, ela disse que tinha deixado à filha em casa e que ao retornar, percebeu que a menina havia sido espancada e que o agressor tinha colocado um sabonete em sua boca”, contudo, após longo interrogatório ela resolveu confessar a verdade e o real motivo da tortura. Porque a criança estava chorando muito.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular