sábado, agosto 13, 2022
No menu items!
spot_img
InícioEntretenimentoJohnny Depp fecha acordo judicial com membro da equipe que o acusou...

Johnny Depp fecha acordo judicial com membro da equipe que o acusou de agressão


Johnny Depp chegou a um acordo em um processo movido contra ele por Greg “Rocky” Brooks, um membro da equipe do filme ‘City of Lies’, que acusou o ator de atacá-lo durante a produção do filme.

De acordo com informações publicadas pelo USA Today, que teve acesso aos documentos apresentados no tribunal, o ator de 59 anos fechou o acordo judicial com o antigo colega na última segunda-feira (11).

Com o acordo judicial firmado, o julgamento civil que estava programado para começar em 25 de julho, em Los Angeles, foi adiado para janeiro de 2023. No entanto, maiores detalhes do acordo não foram divulgados nos documentos judiciais, e o caso seguirá adiante caso Johnny Depp não cumpra os termos do acordo.


Poster do filme ‘City of Lies’, estrelado por Johnny Depp (Foto: Reprodução/Google)


Em 2018, Greg “Rocky” Brooks, um gerente de locação, alegou que Depp o atacou quando ele tentou impor restrições no set de filmagens. De acordo com documentos judiciais arquivados na época, Brooks disse que o incidente ocorreu em 13 de abril de 2017, quando ‘City of Lies’ estava sendo filmado do lado de fora do Barclay Hotel, no centro de Los Angeles.

Greg afirma que a equipe de produção tinha permissão para filmar até as 19h do lado de fora do hotel e até as 22h dentro do prédio. Depois de estender o toque de recolher uma vez, ele foi informado que as filmagens tinham que terminar, mas quando passou essa informação ao diretor do filme, Brad Furman, ele supostamente respondeu: “Por que você não conta isso para Johnny Depp?”

De acordo com o documento legal, ele se aproximou de um policial no local, mas foi confrontado por Depp, que ele alega ter gritado: “Quem diabos é você? Você não tem o direito de me dizer o que fazer! Eu não dou a mínima para quem você é e você não pode me dizer o que fazer.”

Ainda segundo o relato do gerente de locação, Johnny Depp o socou duas vezes na região torácica. Brooks disse que conseguiu manter a “compostura”, o que teria feito Depp supostamente dizer: “Eu lhe darei U$$ 100.000 (aproximadamente R$544.000) para me dar um soco na cara agora”.

Somente após a agressão física é que os seguranças do ator o teriam retirado do set.

O processo ainda diz que Greg Brooks alega que o hálito de Depp “cheirava a álcool” e que o ator estava usando drogas no set de filmagens.

Brooks disse que foi demitido injustamente quando voltou ao trabalho na segunda-feira seguinte e se recusou a assinar uma declaração dizendo que não iria processar produtora Good Film Productions por conta do incidente.

Em “city of lies’, Johnny Depp interpreta Russell Poole, um detetive da polícia de Los Angeles responsável por investigar o assassinato dos rappers Notorious B.I.G. e Tupac Shakur, nos anos 1990. Porém o incidente ocorrido no set levou ao cancelamento da estreia do filme nos cinemas, devido a publicidade negativa do episódio.

Foto Destaque: Johnny Depp. Reprodução/Getty Images





FONTE: R7

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular