Notícias

Imposto de Renda: 2 milhões de contribuintes correm risco de cair na malha fina

Até às 20 horas de terça-feira (31), 35,5 milhões de declarações foram entregues; quem perdeu o prazo já pode declara a partir desta quarta, mas pagará multa

Pelo menos 2,01 milhões de declarações do Imposto de Renda Pessoa Física apresentaram inconsistências este ano e correm risco de ficar na malha fina. O balanço ainda é parcial, considerando o volume de declarantes registrados até as 16hs de terça-feira (31), último dia do prazo para o envio do documento.

Segundo a Receita Federal, 35,5 milhões de contribuintes acertaram as contas com o leão até às 20 horas da terça. A previsão inicial era a realização de 34 milhões de declarações. Quem perdeu o prazo, que este ano contou com um mês a mais, já pode fazer a declaração a partir desta quarta-feira (1º), mas pagará multa de R$ 165,74 ou 20% do imposto devido – o valor que for maior.

O contribuinte que cai na malha fina fica com a declaração do Imposto de Renda retida, assim como a restituição, se for o caso. Em 2022, a Receita Federal prevê restituir aos contribuintes R$ 24,7 bilhões.

Quem tiver pendências pode consultar o extrato de processamento da declaração no e-CAC, no site da Receita, e corrigir as informações em uma nova declaração, retificadora. Aqueles que não resolverem as pendências até o final do ano ficam definitivamente na malha fina, fase em que ocorrem as intimações e cobranças de apresentação de documentos até a resolução das inconsistências.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com