sábado, agosto 13, 2022
No menu items!
spot_img
InícioBerimbauDelegado é investigado por receptação de veículos em operação nas cidades de Conceição...

Delegado é investigado por receptação de veículos em operação nas cidades de Conceição do Jacuípe e Coração de Maria

Denúncia notificava que determinada empresa alugou 103 carros, mas não realizou pagamentos e danificou rastreadores dos veículos. Um deles foi encontrado em casa do investigado.

receptação de veículos furtados mediante fraude em uma operação que aconteceu em Conceição do Jacuípe e em Coração de Maria, cidades baianas.

Dois mandados de busca domiciliar em endereços vinculados ao delegado identificado pelas iniciais A. F dos S. foram cumpridos.

A empresa Caoa Montadora de Veículos LTDA registrou um boletim de ocorrência em 27 de outubro deste ano, na 49ª Delegacia de Polícia, em São Mateus, São Paulo. A denúncia notificava que uma determinada empresa alugou 103 carros, mas não realizou os pagamentos e danificou os rastreadores dos veículos.

As investigações apontaram que um dos veículos foi visto em um imóvel vinculado ao delegado, no município de Conceição do Jacuípe, e, depois, foi fotografado nas proximidades da casa. O veículo foi escondido em uma chácara em Coração de Maria, localizada pelas equipes de investigação.

Em Conceição do Jacuípe, dois veículos foram apresentados pela Polícia Militar na delegacia, após terem sido encontrados na rua. As investigações mostraram que um deles estava, antes, com o delegado investigado.

A polícia informou que ao ser cumprido o mandado de busca na chácara, o veículo foi encontrado. Uma testemunha, que prestou depoimento, afirmou que foi o delegado quem levou o carro para a chácara.

Durante a operação, três veículos roubados em São Paulo foram recuperados.

A polícia informou que o delegado autuado já foi suspenso algumas vezes. Um processo administrativo disciplinar com instrução já concluída está em andamento.

De acordo com a polícia, existe a sugestão de pena de demissão, sob acusação de subtração de três telefones celulares, extorsão e inserção de dados falsos em ocorrência policial, ocorrido em 8 de fevereiro de 2018.

Em nota, a Polícia Civil informou que o fato será investigado em todas as suas circunstâncias e que mais detalhes não podem ser divulgados para não interferir no andamento das apurações.

A Operação Caô, que aconteceu na quarta-feira (15), mas divulgada nesta quinta (16) foi feita pela Corregedoria da Policia Civil da Bahia (Correpol), Centro de Operações Especiais (COE) e Departamento de Inteligência Policial (DIP).

Reportagem em atualização

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular