quinta-feira, agosto 18, 2022
No menu items!
spot_img
InícioBahiaCoelba é condenada a pagar indenização de R$ 10 mil por assédio...

Coelba é condenada a pagar indenização de R$ 10 mil por assédio e perseguição

Funcionária denunciou o caso

Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região – Bahia (TRT5-BA) condenou que a Companhia de Eletricidade do Estado da Bahia (Coelba) pague R$10 mil por dano moral a uma funcionária que foi vítima de assédio e perseguição por parte de superiores.

De acordo com o TRT5-BA, ainda foi acolhido o pedido para condenar a empresa ao pagamento de horas extras baseado no direito à desconexão, pois a funcionária trabalhava nos finais de semana atendendo ligações e respondendo mensagens através de aplicativos eletrônicos. De acordo com a Justiça, a trabalhadora alegou que em meados de agosto de 2019, quando ela estava grávida, começou a sofrer assédio e perseguição.

Na decisão, dada pela juíza substituta Adriana Manta da Silva, foi ressaltado que uma testemunha, apresentada pela trabalhadora no processo, confirmou a narrativa da funcionária. “A presente situação merece um olhar com perspectiva de gênero. O rigor excessivo com o qual foi tratada a reclamante, gestante à época, cabalmente provado durante a instrução processual, não pode ser admitido”, disse a magistrada.

Na sentença, foi atribuído ainda o excesso de horas extras, que, segundo o TRT5, ocasionou uma espécie de “escravidão digital”.

Procurada pelo bahia.ba, a Coelba informou que ainda não foi notificada da decisão e que apresentará recurso no momento oportuno. A empresa diz ainda repudiar toda e qualquer forma de discriminação as mulheres.

“A Neoenergia Coelba repudia toda e qualquer forma de discriminação as mulheres. A companhia reitera que mantém ações internas e programas que buscam promover a igualdade de gênero em todos os níveis da sua estrutura, com o objetivo de impulsionar relações de equiparidade entre funcionários no ambiente de trabalho. Quanto a decisão emitida pelo Tribunal Regional do Trabalho do Estado Bahia, a Neoenergia Coelba esclarece que ainda não foi notificada da referida decisão e que apresentará recurso no momento oportuno”, disse por meio de nota.

RELATED ARTICLES

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Advertisment -
Google search engine

Most Popular