Balanço: Carnaval começa com queda de ocorrências na segurança

O Carnaval teve início oficialmente ontem (28) e mostrou que tem tudo para ser o maior e mais tranquilo dos últimos tempos. A festa atraiu uma multidão de foliões para curtir um cardápio de atrações que desfilaram nos circuitos Dodô, Osmar e Batatinha. Os números também se mostraram positivos, principalmente na diminuição de ocorrências que envolvem saúde e segurança, registradas pela Prefeitura.

O balanço do primeiro dia foi apresentado pelos secretários de Mobilidade, Fábio Mota, de Saúde, Luiz Galvão, e pelo inspetor-geral da Guarda Civil Municipal (GCM), Alysson Carvalno, em coletiva realizada agora pela manhã, na Sala Oficial de Imprensa do Carnaval, no Campo Grande.

A Guarda, através Núcleo de Estatísticas, contabilizou 53 atendimentos, o que representou uma redução de 34,6% em relação ao mesmo período do ano passado (81), e quatro ocorrências, entre agressão, furto e roubo, representando uma queda de 20%. Durante as ações de patrulhamento preventivo, foram realizadas abordagens com intuito de garantir mais segurança ao folião.

No patrulhamento preventivo realizado nos três principais circuitos da folia, a GCM  registrou a apreensão de 467 objetos perfuro cortantes e contundentes. Dentre estes espetinhos (455), facas (9), garrafas de vidro (2) e um martelo.

Atendimentos – De acordo com a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), foram realizados 370 atendimentos, com redução de 1,6% em relação ao ano de 2018. No circuito Barra/Ondina. o órgão contabilizou 282 atendimentos, enquanto no Campo Grande foram 88. As maiores demandas foram intoxicação alcoólica (58), dor (42), agressão (30) e ferimento acidental (30). Houve aumento de atendimento nos postos do circuito Barra/Ondina de 8% em relação a 2018, e redução de 23,5% no circuito do Campo Grande.

Os módulos que apresentaram a maior redução no número de atendimentos, em relação a 2018 foram Montanha (53,3%) e Shopping Barra (21,9%). Os módulos com maior crescimento no total de atendimentos foram Morro do Gato e Ademar de Barros, com 113,3% e 34,8%, respectivamente.

Dos 370 atendimentos, 291 foram clínicos; 34 ortopédicos; 28 bucomaxilofaciais; 15 cirúrgicos; e 2 de enfermagem. Houve redução de 33,33% dos atendimentos de enfermagem, de 28,57% dos cirúrgicos e de 28,21% dos de bucomaxilofacial. Os atendimentos por intoxicação alcoólica e agressão física reduziram, respectivamente, 10,77% e 38,78%.

Transporte – A operação de transporte público estabelecida pela Secretaria Municipal de Mobilidade (Semob) supriu a demanda do primeiro dia oficial da festa. Foram transportadas um total de 1,440 milhão de pessoas. A maioria (1,242 milhão) se deslocou pelo sistema convencional de ônibus da cidade. Já nos veículos do sistema complementar, foram transportadas 38 mil pessoas. Outras 81 mil pessoas utilizaram o serviço da linha gratuita Lapa-Calabar.

Mais de 20 mil pessoas se deslocaram por táxis e 5.832 mil passageiros fizeram uso de mototaxi. O Elevador Lacerda, que está operando gratuitamente desde às 6h

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com