COVID-19

Anvisa pode autorizar nesta quinta vacina infantil da CoronaVac

Butantan enviou dados solicitados no início da semana e tem reunião nesta manhã com a agência e sociedades médicas

No mesmo dia em que chegam ao país as primeiras doses da vacina infantil da Pfizer, o Brasil pode ter a autorização para a aplicação do imunizante da CoronaVac para menores de três a 11 anos. Em uma reunião, a partir das 10 horas, a questão será debatida entre a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o Instituto Butantan – que produz a CoronaVac no país – e representantes de sociedades médicas.

Em nota, a Anvisa explicou que recebeu na segunda-feira (10) recebeu resposta às solicitações enviadas na sexta-feira (7/1), acerca da apresentação de dados relativos a um estudo conduzido pelo Ministério da Saúde chileno. Também foram solicitados pela Agência ajustes no Plano de Gerenciamento de Riscos (PGR) da vacina. Na terça-feira (11), novos esclarecimentos foram solicitados.

Por se tratar de uma solicitação de autorização de uso emergencial, a decisão é tomada pela Diretoria Colegiada, com base em subsídios apresentados pela Gerência-Geral de Medicamentos e Produtos Biológicos (GGMED) e pela Gerência de Farmacovigilância (GFARM). Cada diretor elaborará seu voto e, caso haja maioria simples para a aprovação, o uso emergencial será concedido.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com